top of page

Parte 12


Como uma marca d´água, somos a nossa própria marca, somos o princípio do princípio que um dia saiu do Criador e aqui está, gerando infinitas vidas na sua composição mais detalhada e complexa da criação, ou seja, hoje nos tornamos a soma de uma infinidade de partículas do amor Divino.


Baseando-se nos fatos anteriores à origem do homem, cada centímetro traçado no Universo, vem imantado com uma carga energética potencializada para versão de dois campos da energia. Àquela que ainda vive em latência e uma outra que atingiu um certo nível de consciência.

Os fatos relatados durante a história da evolução desse orbe trazem situações que marcaram a história, pois o lado latente da energia predominou por muito tempo, trazendo a predominância do mal por toda a extensão do planeta.

Certos que esse fato faz parte de uma linha de evolução, sofrida aos olhos de quem passa por ela, não deixa de fazer parte de um aprendizado, cujas figuras geométricas foram construídas de formas desconfiguradas, dando mais ênfase ao lado oculto que todos carregam, ao invés de usar a parte desperta para esclarecer o outro polo adormecido.

As fases percorridas, dentro dessa questão, trouxeram ao homem quadros devastadores, que fizeram parte do choque traumático utilizado para despertar o lado oculto e incorporá-lo na luz da consciência. Uma vez adotado o sistema de figuras geométricas, deformadas da sua forma original, o caminho a ser percorridos será baseado na dor e martírio, distantes daqueles que conquistaram, desde o princípio, formas geométricas corretas.

Quando falamos em formas geométricas corretas, desde o seu início na cadeia da evolução, não quer dizer que o homem já recebe todas as informações plausíveis para a sua evolução sem dores, mas recebe as linhas iniciais desenhadas corretamente, abrindo para novas linhas que se cruzaram, originando formas cada vez mais expressivas, ou seja, a energia que é formada e cresce constantemente neste meio, vem de forma positiva, sem dores e martírios, mas com ajustes suaves que o ser aprende desde o primeiro ensinamento, sem necessidade de repetir lições, mas cada vez mais, cumprindo lições maiores e que o fazem despertar sua parte latente, sem violências ou traumas. Já aqueles seres que não conseguem dar continuidade nas primeiras formas geométricas desenhadas corretamente, acumulam uma carga energética antagônica a evolução, prejudicando o caminho, recebendo as dores como ajustes e alivio para reformularem as figuras e torná-las plausíveis para sua evolução.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ALQUIMISTA

Comments


bottom of page