top of page

Parte 13


O sincretismo energético avança as variáveis do tempo e espaço, atingindo níveis capazes de formular uma matéria muito mais evoluída, daquele que se reconhece nas dimensões inferiores da criação.


A fonte de energia oferece meios para que toda a composição energética possa ser manipulada, criando as variadas formas em seus mais distintos níveis de consciência.


Podemos dizer que existe uma singularidade em cada ser, pois pertence a cada um equalizar a energia que recebem, transmutando-a em várias sequências, alterando o fluxo da energia, dando origem a vários estados de vibração energética.


O avanço da ciência faz com que ela chegue cada vez mais perto de entender as variáveis energéticas, que constituem todos objetos, pois está muito além das combinações moleculares que entendem por correto.


Os alicerces da ciência devem estar vinculados com as estrelas, pois a mesma energia que vibra no infinito distante, faz parte de estados da mesma composição molecular que consegue observar.


Uma molécula ligada ao planeta Terra, vibra em densidade maior do que aquela ligada a orbes purificados, porém, uma é parte da outra, mudando apenas a frequência da energia.


No limiar entre as dimensões, existe um fluxo intermediário de energia que altera e facilita o salto quântico, entre as dimensões, feito, com muita frequência, entre os elétrons.


Essa é uma forma de transmutar a energia de um estado para outro, de alguma molécula. Elas estão sempre em transformação, ou seja, os estados da matéria se alteram, pelas dimensões que tal molécula transita.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ALQUIMISTA

コメント


bottom of page