top of page

Parte X


As condições hemisféricas de determinado local, onde é estabelecido o princípio da vida que será depositada, é de grande importância para o início da energia que irá circular. Uma grade energética é desenhada com vários quadrados, formando a primeira parte hemisférica.


Em cada quadrado alinhado, é depositado energias de igual teor para servirem de alimento para o desenvolvimento de toda a vida que se junta a ele. Existe uma performance meticulosamente escrita, sem variações de tamanhos, pois as linhas são desenhadas milimetricamente iguais, para que não haja uma desestabilização energética com consequências desastrosas, para o desenvolvimento da vida.


Por isso, realizar tal função no Universo é apenas para seres altamente capacitados no amor do Criador. Nós observamos como alunos que somos, eles realizam como professores que se tornaram. Nas anotações que fazemos em nossa consciência, entendemos a grandeza da evolução e da criação, pois é algo que ocorre constantemente em toda a natureza.


Voltando a relatar sobre a questão da grade geométrica formada nos hemisféricos criados, observamos que em cada quadrado, a soma da energia que é inserida, serve para o desabrochar de toda a vida, desde o seu início, aglomerando as moléculas em cada quadrado, com suas misturas e formação dos gases necessários para que a vida se expanda. Enquanto não houver os movimentos corretos dos gases necessários, para a formação de determinada linha de vida, o processo de expansão não ocorre, pois seria o mesmo que germinar sementes em solo infértil.


Por isso, tudo é feito de forma lenta, pois necessários casar os gases perfeitos para que a germinação ocorra. Se assim não ocorrer, forma-se uma figura geométrica desforme, com pequenos quadrados opacos, sem demostrar vida, pois as misturas dos gases não obtiveram êxito, necessitando alterar o gráfico da rede, para não abalar os demais. Modificando a forma, os pequenos quadrados desformes são retirados, até que todos apresentem igual teor de energia, prontos para saborear as pequenas vidas que serão introduzidas.


Quando tudo estiver na mais perfeita ordem, outro hemisférico se forma, com outra rede energética, formando os pequenos quadrados com a introdução da energia. Depois de passar pelo mesmo processo do primeiro hemisférico, quando estiver tudo em ordem, os dois hemisféricos se unem, formando um Todo, porém com uma metade com vidas desenvolvidas e a outra ainda no processo de gases. Por que ocorre dessa maneira, um dia questionamos.


O equilíbrio do Universo está em sombra e luz, ar e água, quente e frio, ou seja, para o Criador poder continuar a sua Criação, necessário iniciar pela sombra para atingir a luz, pois um depende do outro. Em todo Universo ocorre dessa forma, aquilo que chamamos de planeta gira ainda na sombra, mas o que chamamos de estrela, já atingiu a luz, porém um depende do outro para que o equilíbrio da criação se mantenha.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ALQUIMISTA

Comments


bottom of page